Whole Grain Logo Whole Grain Logo
    rapariga a pegar em trigo

    Instruções

    Como cultivar cereais

    As crianças são curiosas, por isso quando lhes perguntarem "Como são feitos os cereais... como é que eles crescem?" pode responder-lhes que os cereais vêm de grãos e mostrar-lhes como também podem plantar os seus. Ok, pode levar algum tempo, mas vai ser muito divertido! Nem precisa de um grande jardim - basta um vaso grande e alguma terra. Siga o nosso guia passo a passo e em pouco tempo serão pequenos agricultores!

    Escolher as sementes

    As sementes de trigo podem encontrar-se em lojas de bricolage e jardim ou online. Certifique-se que as sementes são as corretas para a altura do ano em que está a plantar:

    • O trigo de inverno é plantado no outono e colhido em meados de maio.
    • O trigo da primavera é plantado na primavera e colhido no outono.

    Tanto o trigo de inverno como o da primavera dividem-se em:

    • Trigo macio, que tem baixo nível de glúten e é usado para bolos e bolachas,
    • Trigo duro, que tem mais glúten e é usado para o pão e para massas.

    O tipo que é melhor para si depende da zona onde vive. Aproveite para se aconselhar na loja de jardinagem onde comprar as sementes.

     

    Duas canecas com sementes de trigo a crescer

    Sabia

    que?

    Ilustração de um balde com grão

    É muito grão

    Um alqueire de trigo contém cerca de um milhão de grãos integrais individuais.

    Ilustração de uma caveira feira de trigo

    Guerra aos cereais integrais

    O amaranto é um cereal integral que era essencial para o povo Azteca. Por isso, quando Cortez os invadiu com o exército espanhol, tentou aniquilá-los proibindo o cultivo deste cereal. Quem fosse apanhado a cultivá-lo era morto!

    1. É tudo uma questão de tempo

    O trigo deve ser plantado na primavera ou no outono - o tempo é importante, por isso é uma boa ideia anotar no calendário quando começar a cultivar as suas sementes.

    2. Prepare a terra

    Vai precisar de uma boa terra, por isso é melhor procurar por um composto. (Pode comprar sacos de composto em lojas de jardinagem e bricolage. Ou pode fazer o seu próprio composto deitando restos de comida num depósito específico. Demora alguns meses a estar pronto, mas a espera compensa.) Certifique-se que o terreno está bem uniforme - pode usar uma pá e ancinho para o fazer. A maioria das crianças adora cavar e remexer a terra - aproveite, sente-se e deixe-as brincar!

    3. Comece a cultivar

    Espalhe as sementes pelo terreno - vai precisar de 85g para cada 10 metros quadrados. É melhor ajudar o seu filho nesta parte: não vá dar-se o caso de sementes de trigo irem parar ao vaso das flores!

    4. Use o ancinho

    Alise a terra com o ancinho para cobrir as sementes. Ajude o seu filho nesta tarefa pois é necessário algum cuidado.

    5. Espante os pássaros!

    Provavelmente não vai precisar de um espantalho, mas se está a cultivar no exterior, vai precisar de cobrir as sementes para as proteger dos pássaros.

    6. Basta juntar água

    Certifique-se que as sementes têm água suficiente. Se não chover, regue-as uma vez ao dia. (E porque não deixar que o seu filho também ajude a regar?) Se vai ausentar-se, em vez de pedir ao vizinho que regue a sua plantação, pode usar um sistema de rega automática. Pode encontrar um sistema simples e barato numa loja de jardinagem e bricolage.

    7. Veja como crescem!

    Seja paciente e em breve vai ver os primeiros rebentos verdes. No meio do verão (ou um pouco mais tarde para o trigo da primavera), a cor dos talos vai passar de verde para amarelo ou castanho. E as cabeças vão ficar pesadas com grãos começando a inclinar-se para a frente. Então, agora que tem a sua plantação de trigo, o que é que vai fazer com ela? Bom, pode colher o trigo e fazer a sua própria farinha. Em alternativa, pode recostar-se e admirar a beleza do trigo dourado - é realmente uma beleza e uma escolha original para o seu jardim ou zona exterior.

    Uma taça de cereais Nesquik vista de cima - uma colher com uma cara sorridente feita de cereais

    Cultivar cereais em 4 passos simples

    Queremos ter a certeza que os seus cereais têm um óptimo sabor e são obtidos na melhor fonte possível. Saiba mais sobre ingredientes e qualidade.

    Descubra maisCultivar cereais em 4 passos simples

    Vamos falar

    Nos países emergentes, os produtos Nestlé têm mais sal do que os produtos nos países desenvolvidos?

    Ao longo dos últimos 15 anos, empenhámo-nos em reduzir o sódio (que é o componente principal do sal) nos nossos cereais de pequeno-almoço em todo o mundo, pois queremos continuar a fazê-los mais nutritivos. Alcançar uma fórmula consistente em todos os produtos não se consegue do dia para a noite - por isso, é possível que alguns produtos contenham mais sódio do que outros. O nosso objetivo é que todos os nossos cereais – a nível global – tenham os mesmos níveis reduzidos de sódio, tendo como alvo menos de 135mg por dose em todos os nossos produtos para crianças.

    Quais são as vantagens nutricionais e para saúde dos Nestlé Corn Flakes Sem Glúten?

    Para além de serem uma opção saudável para quem quer reduzir a quantidade de glúten na sua dieta ou que têm doença celíaca ou intolerância ao glúten, os Corn Flakes Sem Glúten são também enriquecidos com vitaminas do complexo B, ácido fólico e ferro.

    Como posso encontrar alimentos feitos com cereais integrais?

    Duas coisas a reter: • Procure rótulos dos alimentos que incluam a palavra 'integral' à frente do nome do cereal, como “trigo integral” ou “pão integral”. • Para alimentos com mais de um ingrediente, certifique-se de que o cereal integral aparece no início da lista de ingredientes. Quanto mais no topo da lista, maior a percentagem de cereais integrais que foi usada na receita. E tenha atenção à percentagem de cereais integrais. Deverá encontrar esta informação também na lista de ingredientes.

    Ouvi dizer que uma dieta com um IG baixo me pode ajudar a perder peso. É verdade?

    É muito cedo para dizer ao certo. A ciência ainda está a dar os primeiros passos nesta área. Há provas de que os alimentos com baixo IG demoram mais a serem digeridos e o ajudam a sentir-se satisfeito durante mais tempo, mas não há nada que comprove que ingerirá menos calorias na refeição seguinte.